Pular para o conteúdo

Posts com Tag ‘caderninho visual’

flores de páscoa

.

Em meio a expectativas, a visita do “coelhinho da Máscoa” foi percebida com muito entusiasmo

por causa das delicadas (ou quase) patinhas de farinha que ele displicentemente deixou

dentro de casa. E, mais uma vez, os adultos se surpreenderam com a reação do menino,

que ao invés de procurar pelos ovos de chocolate ou por algum outro vestígio,

tratou logo de juntar a farinha com as mãos e buscar pá e vassoura para varrer as marcas das patinhas do coelho…

E então veio o dia e, com toda a alegria, ele me trouxe o sol…

 

la belle

.

gratidão

.

Sou grata pelo ir e vir,

pelo fluxo de todas as coisas,

pela sabedoria maior que nos inspira,

pelo ar que expiro e respiro,

pelo vento e pela brisa,

pelo sol que abraça a manhã de inverno.

Sou grata pelas nuances das cores do outono,

pelo fulgor alegre do verão,

pelas flores da primavera,

pelo carinho dos queridos,

pelo abraço dos amigos.

Sou grata pelas crianças em seus sorrisos fartos,

por uma saborosa refeição,

pela sutileza do toque que acolhe.

Sou grata pela música doce,

pela dança da alma,

por todas as longas caminhadas e  seus caminhos,

pela paz da aurora.

Sou grata por saber sorrir.

sobre páscoa e coelhos

Ao voltar da escola, Dev ji, agora com 2 anos e meio, conta que comeu ovo.

– Ovo?

– É.

– E de qual cor era o ovo?

– Marrom, como a minha mão.

– Sua mão é marrom?

– É. De terra.

– Hummm. E estava gostoso o ovo?

– Tava.

– …

– Mamãe, como o coelho leva o ovo? NA BOCA?

– Hummm… como você acha que ele faz?

– Como que é mamãe? É na boca?

– Olha, acho que não. Ele deve colocar em uma cestinha, pra ficar mais fácil de carregar, não acha?

Dev ji me lança um olhar um pouco desconfiado enquanto pensa a respeito e visualiza a cena…

– NA PATA?

(…)

arranjo de flores – colorindo com anilina

 

Curiosas mãozinhas

percorrem a mesa

como se a busca tátil das cores

revelasse a brincadeira

de vestir e revestir o arranjo

com água e anilina colorida

 

 

Como se vestem as flores?

De verde folha,

laranja pôr-do-sol

ou vermelho topete de pica-pau?

 

 

Com qual estado de ânimo se encontram

para enfeitar nosso cotidiano?

 

 

 

* Um toque de cor na água acrescenta um detalhe diferente ao arranjo.

Basta misturar um pouco de anilina alimentícia até obter a tonalidade desejada:

eis um feliz arranjo-camaleão.

luar

 

Anoitece redonda lua

é cheia

reviram-se as marés

rebatem as ondas

flutuam

águas internas

sentimentos

compaixão

gratidão

encontram-se no tempo

 

 

Ao ver duas imagens perto de um oratório, Dev Ji, prestando muita atenção na postura das mãos unidas em prece, comenta:

– Olha, mamãe, duas “Sim Senhoras” rezando! (vai ver, rezavam agradecendo a beleza da lua…)