Pular para o conteúdo

Posts da categoria ‘senta que lá vem história’

Carinhas de feltro

image

Passeando um dia desses pelo Pinterest me deparei com rostinhos de feltro para as crianças montarem as faces e brincarem com simetria,  proporção,  criatividade e resolvi experimentar a brincadeira. O kit ainda está sendo feito, mas já despertou a curiosidade do filhote. Em uma sala de aula deve ficar interessante oferecer elementos que se identifiquem com as crianças.

image

É uma idéia similar ao boneco cabeça de batata, que serve para abordar algumas questões de desenho. Parece divertido… Aos recortes!

Anúncios

Galinha da Angola

image

O filho mais novo, com menos de um ano e meio, está na deliciosa fase de aprender a falar e se encantar com os bichinhos – especialmente as “cocós”. Surgiu daí a inspiração para criar essa simpática galinha da Angola.

image

A opção foi por usar o tecido de algodão preto e pintar os detalhes (pintinhas,  bico, crista) com tinta para tecido,  para dar um visual mais orgânico. 

image

Antes mesmo de ficar pronta a cocó da Angola já desfilava pelo jardim,  fazendo o maior sucesso nas brincadeiras.  Precisou de um reforço extra no pescoço (estrutura interna) para resistir ser carregada pra lá e pra cá e topou qualquer parada,  até mesmo brincar na gangorra…

Costurando letrinhas

Sete anos e o menino
Adentra na aventura
De desvendar letras e números,
Palavras e estórias.
Aprofunda-se em novo saber e aprender.

image

image

image

Brincadeiras de letra passeiam em seu repertório, cada vez mais vasto, amplo.
Perfurando o papel com a agulha apoiada sobre a almofada os desenhos das palavras são marcados para receber a costura. O menino acompanha e aprende rápido. Suas mãos de sete anos já estão treinadas em diversas habilidades.
image

image

* papel cartão perfurado com agulha fazendo a marcação da costura, e do outro lado, feltro colado com cola de silicone. Mostrei e o filhote já seguiu sozinho para perfurar o próprio nome…

Doçuras

pés

Entre sorrisos e brincadeiras, diz o filhote de 6 anos e meio sobre o irmão de 8 meses:

– Mamãe, meu irmão e eu vivemos na mesma casinha no céu…

é muito amor

a expandir…

image

.

Há pouco mais de três meses

preencheu-se a casa de alegria renovada,

sorriso gostoso,

cheirinho de neném.

No raiar da aurora

surgiu de mansinho

o carinho de colo

e o afago de querer bem.

Ao mundo veio

o filho caçula,

embrulhado na doçura

que todo bebê tem.

O filho mais velho,

seis anos completos,

traduz de todos nós o brilho nos olhos:

amor.

 

Cesta de época

image

.

Singela cesta trançada

Ganhou um cantinho da casa

E a cada estação, transformada,

nos relembra do celebrar.

Um pouco de cor e graça

Carrega em suas rústicas tranças

deixando feliz a criança,

levando o adulto a sonhar…

 

um viva às bandeirolas

DSC06431

.

Tecidos floridos enfeitavam a prateleira

como a chamar por um afago.

A  idéia veio ligeira

e foi logo um agrado.

Costurada a colorida bandeirola

para alegrar algum canto,

o olhar do menino demonstrou o encanto:

O clima de festa estava inaugurado.

.

DSC06434 DSC06435 DSC06441

a muito amada caixa de ferramentas

DSC06286

.

Andando em uma loja de artigos para casa me deparo com a estrutura de madeira pronta para acolher, na parede, uma preciosa caixa de ferramentas. Após alguns passos a mais encontro elásticos fortes com ganchos de metal. Mais simples não poderia ser, a solução estava pronta. Por entre as ripas de madeira passo os elásticos, e do outro lado dou um nó. Os ganchos ficaram para frente, perfeitos para receber serrotes, martelos e outros brinquedos de madeira.

Penduradas na parede, sobre a caixa de areia, ficam as ferramentas a disposição para toda brincadeira.

DSC06927 DSC06928 DSC06290 DSC06288 DSC06287

Areia hipnótica

DSC07831

.

Pouca coisa sabe ser mais simples do que um punhado de areia e um pouco d´água

dentro de algum recipiente. No entanto a mágica que proporciona surpreende sempre.

Em uma viagem recente, ficou entretido o menino por horas a fio,

construindo, colocando pedrinhas, acrescentando mais água, transbordando um rio,

navegando barquinhos de papel, refletindo na água as nuvens e o céu.

Sorriso de criança, doce encantamento. A paz da simplicidade no presente momento.

.

dento DSC07834 DSC07842

Musical noturno

Ao acordar, comenta o menino com naturalidade:

– “Os pernilongos fizeram showzinho pra mim hoje a noite no meu quarto, com aquele barulhinho que eles fazem…”

DSC05774

Balanceio

Comenta o menino com o pai, que está no balanço:

– Encosta até no céu pra mim, por favor, tá?

com_0218