Pular para o conteúdo

Posts da categoria ‘quarto de brinquedos’

o cinto de ferramentas

As demandas do filhote são sempre um tanto quanto inusitadas e estimulam a nossa criatividade. Desta vez não foi diferente.

– Mamãe, faz pra mim um cinto de ferramentas? Faz agora, mamãe?

– Humm…

E eis a mãe com máquina de costura e tecidos, velcro e ferramentas, elaborando o assunto de novas brincadeiras…

.

.

O resultado? Cinto testado e aprovado.

Anúncios

jardim de fadas – casinha de cabaça

jardim de fadas – bastidores

.

Da casca à aquarela surge voando a fada que povoa o nosso jardim

.

.

Com pétalas vestida, arruma o penteado e prepara as guloseimas para um lanche em sua mesinha de casca de árvore com potinhos de pistache…

.
.

Está armada a brincadeira…

Mãe Terra

Inteira existência envolve em seu carinhoso abraço de mãe

recebendo cada criatura, som, flor e relva

como seus muito amados filhos

 a viverem da generosidade pulsante de sua epiderme

.

.

* boneca de feltro confeccionada  a partir do modelo criado pela talentosa Mimi kirchner, disponível no link:

http://www.purlbee.com/hand-sewn-felt-dolls/2009/4/8/mimi-kirchners-hand-sewn-felt-doll.html

.

 O principio da bonequinha:

a família pequetita

.

Encantei-me com a casquinha de noz

quando caminhava pelo Caminho de Santiago de Compostela,

há muitos anos atrás. O apelo de desapegar e levar consigo apenas o mínimo possível

não foi suficiente para que eu deixasse de colocar cuidadosamente as queridas casquinhas

dentro de uma caixinha rigida, para algum projeto futuro.

Finda a caminhada, guardada a caixinha. Eis que certo dia redescubro-a com alegria,

e ela adquire um nobre propósito: encabeçar um bonequinho para meu filho agora já nascido.

Como o menino não ficaria sozinho, fez-se a mãe e um bebezinho

para acompanharem nas brincadeiras

e em novos passeios a caça de tesouros…

.

coroa de primavera (coroa com flores de feltro)

.

Coroada de jardim

reina a primavera

em seu castelo de margaridas.

Enfeita-se com a fantasia

de mágicos lugares aonde o sonho faz sua visita diurna

recebendo na face

o beijo furtivo do vento

que ensina o assobio aos passarinhos

.

.

Flores dispostas com muitas pétalas

traçam um desenho sobre a mesa.

O gesto acompanha o jardim de feltro

assim horizontalmente disposto.

Com lápis e pensamento são traçados os contornos

da coroa que transforma a menina

em princesa, fada, rainha.

.

Cinco pétalas

unidas em roda

formam a flor

que cantarola antigas cantigas

.

.

Um picote em feltro branco

faz a pequena margarida

com suas pétalas delicadas

de noiva aparece vestida.

.

.

No centro um amarelo rolinho

feito de estreita tira de feltro

forma a espiral enrolada

para ser depois costurada.

.

.

Um pouco de feltragem com agulha

completa as outras flores

centralizando um belo laranja

em meio a outras cores.

.

.

A costura e o arremate,

um elástico recoberto de tecido.

Ao jardim com a coroa!

E o resto está por vir…

*obrigada Fabiana pelo caprichoso arremate com a máquina de costura e pela parceria carinhosa que tanto alegra minhas idéias.

 

para Christian – o ratinho merece um abraço de urso

 

para Christian – os limites do mundo

.

.

.

Amor, meu menino

aproxima-se o dia de nossa despedida,

primeira, mas não última.

Por que a vida ganha pernas longas

em sua comprida caminhada

e as vezes faz cobrar um tempo

de trilha desacompanhada.

Viajo para outro sol

mas volto breve

para longo abraço.

Na minha ausencia

faço valer o bater do coração de mãe

compassado de saudade.

Amor menino,

mamãe se vai com um beijo,

fica o coração pedindo abrigo

em colo de pai, vó e vovô.

E, verdade seja dita,

mais o meu do que o seu,

resolvido que é,

no alto de seus 3 anos de vida…

Estou contigo agora e sempre.

.

Com amor,

mamãe

um toque de mágica para brincar com o vento…

.

– Querido, vamos fazer uma varinha mágica?

– Vamos.

– Você quer o que na ponta dela? Uma estrela, uma flor…

– Um porco espinho.

– Hummm… Tá bom, um porco espinho…

.

E assim, munidos de uma varinha de bambu, feltro, linha e agulha, guizo, fitas de cetim, plumante e pistola de cola quente, fomos dar forma à nossa varinha mágica diferente…

uma tarde nublada e um pedido ensolarado

– Mamãe, quero usar a máquina de costura…

– Querido, pra usar a máquina de costura, só quando você crescer.

– Eu já cresci.

– Sim, cresceu, mas a máquina não é pra criança, é pra adulto.

– Mamãe, faz então uma máquina de papel?

– Hummm…

e assim fomos nós em uma divertida empreitada,

procurando uma caixa de papelão na pilha de materiais recicláveis

(por sorte encontramos uma caixa com um formato promissor)

e outros apetrechos para fazermos nascer nossa “máquina de papel”.

.

.

.

Após avaliar o resultado de nosso trabalho, recebo o aval do filhote:

– Você fez bem feito, né?

E boa costura!

dedoche de coelhinho – passo a passo

.

Para um divertido dedoche que ganha perninhas de dedos

uma inspiração de páscoa inventa o pequeno coelhinho.

O feltro é cortado e costurado com carinho,

os olhos são bordados e depois o narizinho.

Em seguida os buracos com a linha são unidos

e o plumante o recheia deixando o coelho fofinho.

As orelhas não esqueço

e também um bom detalhe,

com pastel cor de rosinha

ganha cor e um mais um charme.

.

.

E como diria meu amado filhote… BOA MÁSCOA pra todo mundo!