Pular para o conteúdo

Posts da categoria ‘para presentear’

tutorial caixinha simples de origami

Esta caixinha tradicional de origami pode ser utilizada de inúmeras maneiras,

e é uma boa opção para reciclar um desenho de criança,

criando, por exemplo, uma embalagem para algum pequeno presentinho.

Um papel de formato A4 serve para fazer a caixinha e uma tampa como a que embala a borboleta de miçangas.

Primeiro o papel é dobrado ao meio e cortado com tesoura ou estilete, formando dois retângulos menores. Um será para a caixa.

A seguir, corta-se um quadrado. Uma maneira tradicional e simples é

dobrar a ponta inferior do retângulo de encontro com a lateral oposta do papel, formando um triângulo.

O retângulo que sobra é cortado com estilete, e o que resta é um quadrado.

O quadrado é dobrado ao meio, formando um triângulo (no caso de ter sido cortado a partir do retângulo A4, esta primeira dobra já foi feita).

A dobra deve ser feita com precisão, para marcar bem o vinco.

O papel é desdobrado, voltando ao quadrado inicial e então dobrado para o outro lado e aberto novamente.

As quatro pontas são dobradas para dentro em direção ao centro.

A lateral é dobrada até o centro,

assim como a outra lateral.

Abre-se novamente quase todo o papel, deixando apenas duas pontas dobradas para o centro.

Esses vincos criados ao dobrar e desdobrar o papel servem de guia para as dobras

que serão feitas a seguir.

As duas laterais do papel são levantadas (são as laterais da caixa).

As outras duas pontas também são levantadas, mas é criada outra dobra, diagonal.

No blog “handmade by regina” há um diagrama da caixinha, para quem quiser mais detalhes:

http://2.bp.blogspot.com/_LlUqTUS31eQ/TB-GXkx2MDI/AAAAAAAAJo4/3ESkK-XF2Qo/s1600/caixa_tradicional.jpg

A ponta levantada vai em direção ao centro, formado a outra lateral.

Dobra-se a ponta ao centro,

e o mesmo é feito do outro lado.

Um tampa para a caixa pode ser feita com outra caixa

(o o quadrado é ligeiramente maior que o primeiro)

ou com o retâgulo de papel que sobrou do corte A4.

Nesse caso, ele simplesmente envolve a caixinha e ao final o retângulo é colado na ponta.

jjj

E para brincar com as crianças, as pequenas caixinhas

podem guardar vários tesouros…

Boas dobras!

Anúncios

canequinhas

No vasculhar da floresta curiosa,

desponta o olhar do primeiro leãozinho.

Interessado e arteiro, tudo para ele é descoberta,

quão vasto, quão imenso é seu mundo.

Da vontade ao querer,

do bem querer ao ser,

a trajetória do pequeno leão príncipe

é a de, um dia,

reinar rei-sabedoria.

* a inspiração para esta canequinha veio de um dos livros preferidos de meu filhote: “No coração da Selva”, com ilustrações de Bob Bampton. Aliás, uma boa idéia para presentear é pintar um joguinho de porcelana com ilustrações muito estimadas pelos pequenos. Esta canequinha foi um estímulo na época em que o filhote começou a se alimentar sozinho…

sachê de abelhinha com cravo-da-índia

 

Para alegrar a cozinha e convidar as formiguinhas doceiras a manterem certa distância de nossas investidas culinárias,

essa simpática abelhinha recheada de cravo-da-índia foi uma gostosa idéia descoberta no site da artemelza

e repetida aqui em casa.

 

 

Para presentear acompanhada de um bolinho de mel embrulhado em saquinho listrado … humm…

 

Para o molde da abelhinha:

http://melzamelo.blogspot.com/2009/09/sache-abelhinha-fuxico.html

 

bzzzzz….

 

e para quem ficou na vontade de um bolinho de mel, aqui vai o link de uma receita simples e bem saborosa:

http://roctaviani.multiply.com/recipes/item/71/Bolo_de_mel_sem_ovos_ou_leite

idéias natalinas (projeto de natal craft com crianças)

uma coletânea natalina de idéias começa por um cartão para felicitar os muito queridos…

 

Biscuit de várias cores para modelar personagens animados por “olhinhos móveis” cria um resultado divertido que especialmente as crianças apreciam.

A massinha de biscuit pode ser feita em casa ou comprada pronta, em várias cores, em lojinhas especializadas. Para quem quiser fazer a massa em casa, há diversas receitas disponíveis, inclusive de massa fria de biscuit – que ainda não testei:

link para massa fria de biscuit: http://adorobiscuit.blogspot.com/2005/08/massa-fria-para-biscuit.html

link para massa de biscuit tradicional: www.modugno.com.br/Aulasvirtuais/Recmassa/Recmassa.html

 

Olhando as árvores de natal aqui e acolá, o pequetito constantemente pergunta:

– Cadê a bolinha? Cadê a bolinha?

Sim, este item tão natalino muitas vezes não está presente nas árvores de natal. Algo compreensível no caso da combinação pouco atraente de bolinhas de vidro (as de plástico não tem o mesmo charme…) e criança de dois anos de idade. Uma alternativa são as bolinhas revestidas de tecido.

 

O material necessário para esse estilo de bolinha é uma bola de isopor, fita colorida (no caso, duas cores) e alfinetes. Com a ajuda do ferro de passar, são formados triângulos com as fitas. Estes triângulos são depois intercalados no isopor, presos pelos alfinetes.

Um laço para finalizar, e se quiser pode colocar em uma vareta de madeira para colocar em algum vaso de flores…

Mais simples do que isso é brincar com a diversidade de sementes que temos a disposição (as crianças podem ajudar a procurar durante os passeios)…

as bolinhas são simplesmente penduradas na árvore

 

 

já o presépio foi montado colando diversas sementes, brincando com os formatos e combinações possíveis para criar o cenário e os personagens

 

 

 

 

minha caixinha de borboletas

 

da união de todas as cores

branca lembrança simboliza o vasto

 

em minha caixinha de borboletas

há espaço para o vôo livre

 

e para o salto de minhas idéias

é necessário pouco impulso

 

 

de papel em origami dobrado

laço dourado

ouro e neve

 

transcrição de sentimentos que tencionam ser ditos

para um recado visual singelo,

agrado-recado recoberto de carinho

 

 

delicada a borboletinha

de miçangas trabalhada

espreita por uma fresta

entreabrindo as asas

 

 

ganha os ares borboleta,

o ar da graça é lindo leve

 

 

ganha os ares borboleta

e homenageia a quem deve

 

 

objeto-gesto que diz:

te quero bem

 

e a resposta-sorriso traduz:

eu a ti também