Pular para o conteúdo

Posts da categoria ‘origami’

livro brincadeira – passo-a-passo, parte I

.

Livro brinquedo

inspira brincadeira,

desenho movimentado

pintura de dedo,

cavalo montado por tamanduá-bandeira,

ciclone domesticado,

papagaio calado de susto da corredeira.

Inspira histórias

de menino alado e seu garboso cavalo

que voa a favor do vento.

.

Com um pouco de tempo e algumas dobras,

papel colorido e cola,

e um pequeno toque de mãos habilidosas

logo fica o livrinho a contento.

.

.

Essa nossa brincadeira começa com um papel quadrado,

colorido, pode ser. Escolhemos um rosado.

O primeiro é assim dobrado,

e depois mais um nele logo é colado.

.

.

Marca e abre para um lado,

e o mesmo para o outro.

E depois do demonstrado,

voltamos, pois, ao nosso quadrado.

.

.

.

.

E assim, face com face,

bem unidos pela cola

grudam-se bem brincalhonas

nossas páginas fanfarronas.

.

.

Essa foi a primeira parte.

Depois prosseguimos com a nossa arte.

Anúncios

cigarra de origami, brincando de desdobrar

cigarra de origami (tradicional)

.

Canta cantarola a cigarra

em potência nada discreta

a todo canto projeta

o seu cantar cantarolar

.

.

.

.


tutorial caixinha simples de origami

Esta caixinha tradicional de origami pode ser utilizada de inúmeras maneiras,

e é uma boa opção para reciclar um desenho de criança,

criando, por exemplo, uma embalagem para algum pequeno presentinho.

Um papel de formato A4 serve para fazer a caixinha e uma tampa como a que embala a borboleta de miçangas.

Primeiro o papel é dobrado ao meio e cortado com tesoura ou estilete, formando dois retângulos menores. Um será para a caixa.

A seguir, corta-se um quadrado. Uma maneira tradicional e simples é

dobrar a ponta inferior do retângulo de encontro com a lateral oposta do papel, formando um triângulo.

O retângulo que sobra é cortado com estilete, e o que resta é um quadrado.

O quadrado é dobrado ao meio, formando um triângulo (no caso de ter sido cortado a partir do retângulo A4, esta primeira dobra já foi feita).

A dobra deve ser feita com precisão, para marcar bem o vinco.

O papel é desdobrado, voltando ao quadrado inicial e então dobrado para o outro lado e aberto novamente.

As quatro pontas são dobradas para dentro em direção ao centro.

A lateral é dobrada até o centro,

assim como a outra lateral.

Abre-se novamente quase todo o papel, deixando apenas duas pontas dobradas para o centro.

Esses vincos criados ao dobrar e desdobrar o papel servem de guia para as dobras

que serão feitas a seguir.

As duas laterais do papel são levantadas (são as laterais da caixa).

As outras duas pontas também são levantadas, mas é criada outra dobra, diagonal.

No blog “handmade by regina” há um diagrama da caixinha, para quem quiser mais detalhes:

http://2.bp.blogspot.com/_LlUqTUS31eQ/TB-GXkx2MDI/AAAAAAAAJo4/3ESkK-XF2Qo/s1600/caixa_tradicional.jpg

A ponta levantada vai em direção ao centro, formado a outra lateral.

Dobra-se a ponta ao centro,

e o mesmo é feito do outro lado.

Um tampa para a caixa pode ser feita com outra caixa

(o o quadrado é ligeiramente maior que o primeiro)

ou com o retâgulo de papel que sobrou do corte A4.

Nesse caso, ele simplesmente envolve a caixinha e ao final o retângulo é colado na ponta.

jjj

E para brincar com as crianças, as pequenas caixinhas

podem guardar vários tesouros…

Boas dobras!

flor modular de origami (variações)

Embora não seja um origami tradicional pois esta flor modular utiliza cola em sua elaboração, este é um trabalho simples de fazer e o efeito obtido é muito bonito. É um ótimo projeto para iniciantes, inclusive crianças, e também um pequeno treino de ritmo e paciência.

A flor avulsa já é um detalhe bonito, mas depois de adquirir um pouco de prática vale a pena tentar fazer outras “combinações”. Acima, uma idéia para um centro de mesa. A flor do meio é solta, e em seu lugar poderia ser colocado um vidro com água e vela (cuidando com o tamanho da chama, para que em caso de vento não enconste no papel). Para se fazer a esfera completa (KUSUDAMA) são necessárias 12 flores de 5 pétalas.

Pode-se aumentar o número de pétalas para variar o resultado, e um detalhe ao centro já acrescenta um charme.

O passo-a-passo da flor está no post “flor modular de origami” (para acessar o post basta clicar na imagem lateral).

Boa diversão e muitos papéis dobrados!

minha caixinha de borboletas

 

da união de todas as cores

branca lembrança simboliza o vasto

 

em minha caixinha de borboletas

há espaço para o vôo livre

 

e para o salto de minhas idéias

é necessário pouco impulso

 

 

de papel em origami dobrado

laço dourado

ouro e neve

 

transcrição de sentimentos que tencionam ser ditos

para um recado visual singelo,

agrado-recado recoberto de carinho

 

 

delicada a borboletinha

de miçangas trabalhada

espreita por uma fresta

entreabrindo as asas

 

 

ganha os ares borboleta,

o ar da graça é lindo leve

 

 

ganha os ares borboleta

e homenageia a quem deve

 

 

objeto-gesto que diz:

te quero bem

 

e a resposta-sorriso traduz:

eu a ti também

tulipa de origami

vista assim

a olho lupa

vejo a tulipa

brincando de desvirar flor

rebrincando de virar forma

 

 

 

link com o passo a passo da tulipa de origami em tecido:

http://craftsbycarlapedreira.blogspot.com/2010/05/pap-tulipa-origami-em-tecido.html

 

* você também poderá gostar de (you may also like):

origami beijaflor

é dia de vôo

de minha flor-vagalume

hoje dorme no cume

onde com os olhos não vejo

adormeço de longe o desejo

de ter agora um sono perto

outro dia, decerto

cartão pop-up golden temple

dourado templo

pelo lago cercado

 faz-se puro encantamento.

brilha o brilho de ouro,

brilha o brilho de dentro.

 

* meu primeiro projeto pessoal de origami arquitetônico, criado a partir de uma fotografia do Golden Temple em Amritsar

móbile de tsurus II

 

 

 

ele baila trajando dourado

 

 

com pingente a ouro folheado

 

 

dança majestoso o tsuru

 

 

em um móbile pendurado

 

 

 

 

 

 

*você também poderá gostar de (you may also like):

 

flor de lotus de origami

 

no singelo do gesto reside a beleza

 

de presentear com o coração em sorriso.

 

me desdobro em alegria,

 

para alegrar a mim mesmo

 

nos olhos de alguém.

 

* por anos procurei pelo diagrama desta linda flor de lótus. Finalmente encontrei, então repasso o link para aqueles que quiserem se aventurar (um bônus especial: além de charmoso, é simples de fazer): http://falun-inlandnw.org/paper-lotus-flowers/