Pular para o conteúdo

Posts da categoria ‘bonecos’

a família pequetita

.

Encantei-me com a casquinha de noz

quando caminhava pelo Caminho de Santiago de Compostela,

há muitos anos atrás. O apelo de desapegar e levar consigo apenas o mínimo possível

não foi suficiente para que eu deixasse de colocar cuidadosamente as queridas casquinhas

dentro de uma caixinha rigida, para algum projeto futuro.

Finda a caminhada, guardada a caixinha. Eis que certo dia redescubro-a com alegria,

e ela adquire um nobre propósito: encabeçar um bonequinho para meu filho agora já nascido.

Como o menino não ficaria sozinho, fez-se a mãe e um bebezinho

para acompanharem nas brincadeiras

e em novos passeios a caça de tesouros…

.

Anúncios

banho

Após o banho, o menino de 3 anos pede colo para descer a escada que leva ao andar de baixo para jantar e justifica dengoso:

– “É que eu tô tão lavadinho…”

para Christian – o ratinho merece um abraço de urso

 

para Christian – os limites do mundo

.

.

.

Amor, meu menino

aproxima-se o dia de nossa despedida,

primeira, mas não última.

Por que a vida ganha pernas longas

em sua comprida caminhada

e as vezes faz cobrar um tempo

de trilha desacompanhada.

Viajo para outro sol

mas volto breve

para longo abraço.

Na minha ausencia

faço valer o bater do coração de mãe

compassado de saudade.

Amor menino,

mamãe se vai com um beijo,

fica o coração pedindo abrigo

em colo de pai, vó e vovô.

E, verdade seja dita,

mais o meu do que o seu,

resolvido que é,

no alto de seus 3 anos de vida…

Estou contigo agora e sempre.

.

Com amor,

mamãe

dedoche de coelhinho – passo a passo

.

Para um divertido dedoche que ganha perninhas de dedos

uma inspiração de páscoa inventa o pequeno coelhinho.

O feltro é cortado e costurado com carinho,

os olhos são bordados e depois o narizinho.

Em seguida os buracos com a linha são unidos

e o plumante o recheia deixando o coelho fofinho.

As orelhas não esqueço

e também um bom detalhe,

com pastel cor de rosinha

ganha cor e um mais um charme.

.

.

E como diria meu amado filhote… BOA MÁSCOA pra todo mundo!

bonequinho vermelho

.

.

De mansinho chegou, sem muito alarde,

o pequeno bonequinho vermelho.

Alguns retalhos de tecido,

e um bocado de arroz como recheio…

coelhinho de feltragem

.

ligeiro, ligeirinho

o coelho coelhinho

conquista sem muito esforço

o coração do príncipe da casa,

que confirma, bem satisfeito:

que bonitinho!

.

.

A vizinha, ao ver o pequetito com esse coelho, comenta:

– Que gracinha de coelhinho! É o coelho da sorte?

– Não. É meu.

 

 

lembranças da páscoa

Com doces patinhas de cacau

fez o coelhinho sua entrada triunfal pela casa

deixando aqui e acolá

pequenas pistas de sua passagem…

Cestinhas recheadas de carinho,

ovos de chocolate com damasco e nozes,

pequenos docinhos de tâmara e castanhas em formato de ovinhos…

E um amável coelhinho de pano

sentado bem comportadinho

dentro do carrinho de mão

(e cujas orelhas para baixo não deixaram dúvidas para nosso filho pequeno:

– Olha! O coelho trouxe mais um cachorro!)

polegarzita

De duas esferas de madeira

é feito o rosto e o corpinho

e com branco fio de tecido

fica o neném vestidinho.

Tal qual a diminuta sementinha

que guarda as possibilidades

de gerar a árvore inteira

embala o pequeno neném na cabaça

toda uma brincadeira.

sachê de abelhinha com cravo-da-índia

 

Para alegrar a cozinha e convidar as formiguinhas doceiras a manterem certa distância de nossas investidas culinárias,

essa simpática abelhinha recheada de cravo-da-índia foi uma gostosa idéia descoberta no site da artemelza

e repetida aqui em casa.

 

 

Para presentear acompanhada de um bolinho de mel embrulhado em saquinho listrado … humm…

 

Para o molde da abelhinha:

http://melzamelo.blogspot.com/2009/09/sache-abelhinha-fuxico.html

 

bzzzzz….

 

e para quem ficou na vontade de um bolinho de mel, aqui vai o link de uma receita simples e bem saborosa:

http://roctaviani.multiply.com/recipes/item/71/Bolo_de_mel_sem_ovos_ou_leite

memórias de uma barriga

 

Idéias, bichinhos, carinho,

pensamentos floridos,

tanta coisa foi aninhada durante a gestação…

 

E a vontade de experimentar a costura bateu à porta

se fez forte,

deixei entrar.

 

Antes do pequetito nascer

já havia uma turma para o acompanhar…