Pular para o conteúdo

abraço com cheiro de neném – amor a todos os irmãos do mundo

E em um determinado dia, de repente eu tinha um irmão. Não um hipotético e simpático bebê dentro da barriga da minha mãe. Um simpático e nada hipotético bebê, fora da barriga e sobre o colo daquela que se transformou da noite para o dia em nossa mãe. Nada mais foi igual desde então. Ajustes, experiências, questionamentos. Sorrisos, bochechas, risadas largas ao vento. Sem roteiro previsível, duplo ensinamento em nosso convívio. Eu e ele, ele e eu. Nós e o mundo. Alegria de poder compartilhar essa existência.

E em um determinado dia, de repente meu filho tinha um irmão. Não um hipotético e simpático bebê dentro da barriga da sua mamãe. Um simpático e nada hipotético bebê, fora da barriga e sobre o colo daquela que se transformou da noite para o dia na mamãe de dois meninos. Nada mais foi igual desde então. Ajustes, experiências, questionamentos. Sorrisos, bochechas, risadas largas ao vento. Sem roteiro previsível, duplo ensinamento em seu convício. Um e outro. Outro e um. Os dois e o mundo. Alegria de poder compartilhar essa existência.

imageimage

Anúncios
Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s