Pular para o conteúdo

Chuva de folhas

DSC00215

Saiu a gritar a plenos pulmões, alardeando uma chuva de folhas.

Menino, não conhecia o vento.

Sem seu consentimento, vívidas e impenetráveis, as folhas chovidas traziam reflexos de céu.

Nervuras flexíveis de altitudes caídas, indicando vontades que não cabiam em sua mão.

Estiveram no alto da vida, dando margem às sombras, sem descanso ou dilema. Apenas existindo.

Suas desconhecidas memórias no chão insondáveis, precedendo as sementes que viriam a seguir. Adubado estavam um ser-não-ser.

Saiu a gritar a plenos pulmões, anunciando o sol que pretendia nascer.

DSC00214

 

Anúncios
Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s