Pular para o conteúdo

Gentileza

Subo à sala de meditação de onde posso ouvir um “mamãe, mamãe”… Encontro meu filho sentado no tapete, envolto por uma coberta.
– Você pensou que eu tava ” miditando”?
– Pensei.
– Não tava. Eu sou o porquinho. Eu tô chocando…
– Meu amor, porquinhos não nascem de ovos.
– Não? Nascem como, então? 
– Nascem da barriga da porca.
– Então esse porquinho está ajudando a galinha a chocar pintinhos.

Anúncios
Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s