Pular para o conteúdo

“bolinhos” de giz de cera

Na mão vai um punhado

de giz de cera cortado.

As cores escolhidas…

qual será o sabor de desenhar com

um vermelho-alaranjado?

Pedaços e pedacinhos

vão para a forma de assar bolinhos,

e assim bem acomodados,

sairão de lá reinventados.

O forno, previamente aquecido,

agora é desligado.

O calor derrete o giz,

as cores se mesclam.

Um pouco de paciência,

é necessário deixar que se aquietem e esfriem

antes de desenformar.

Simples assim,

assamos bolinhos de cor

para desenhar todos os sóis

de nossas histórias…

Anúncios
4 Comentários Comente
  1. …poesia é tudo!! ki jeito gostoso de ensinar!! amo artesanato, leitura do corpo e da alma, pensamentos nús!! folhas secas ao vento!!

    setembro 6, 2011
  2. marcia #

    amortesanato…

    maio 12, 2012
  3. Valéria #

    Meu olhar programado não me fez ver onde estava a explicação do como fazer.
    Claro, nada li.
    Ao me ater ao texto, que surpresa !!
    O produto me encantou mas por fim a escrita me ganhou.
    Foi assim minha primeira visita a Casa do Tsuru.
    Surpreendente !!!

    outubro 24, 2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s