Pular para o conteúdo

sabiá

 

alimento o pássaro da alma

com generoso banquete

sacio sua sede

faço-lhe forte

dou-lhe asas de trovão

para que destemido enfrente

vôo aberto em noite de tempestade

e encontre seu ninho acolhido pela coragem

e assim eu me encontre

mais uma vez em minha verdadeira morada

nobre soberana de mim mesma

em meu reino de originalidade

 

 

 

Anúncios
Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s