Pular para o conteúdo

barquinhos de casca de noz

 

talvez eu não tenha encontrado ainda

o universo na casca da noz

 

 

ou a agulha perdida em um palheiro

 

 

é bem possível mesmo

que nunca tenha visto um palheiro na vida

 

 

Talvez a emoção ainda persista

e meus oceanos desemboquem em muitas outras águas

 

 

E as pequenas delícias de simplicidade

me permitam um mergulho

na originalidade

 

 

Assim, rebrincando de inventar,

inventando de rebrincar,

cuidando de cuidado dobrado,

de mãe e filho, adulto-criança em mescla dança,

redescubro como é preciosa a casca de noz,

o pedacinho de feltro,

a agulha retorcida na ponta e colada com cuidado,

a poça formada após a última chuva,

o passeio matinal bem encapotado

a meia molhada no pé de tanto espirrar água pra cima

as risadas,

os momentos,

tudo e nada

Anúncios
Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s