Pular para o conteúdo

Felicidades, amor e poesia

A decoração para o aniversário de 3 anos do filho caçula pedia simplicidade e encantamento. Os minúsculos tomates, cenourinhas, nabos e rabanetes foram irresistíveis para o tema de horta, além de saborosos. Para acompanhar, Gaspar e Lisa, personagens de um livrinho apreciado pelo pequeno, recortados no feltro e articulados con arame. Singelo e charmoso.

E para a alma que inspirou as delicadezas, um recado:

Te amo, filho querido,

Por todas as risadas e aprendizados.

Por todos os sabores, afagos e afetos, por tantas vezes em que eu não soube a resposta e só pude confiar, por outras tantas em que foi possível intuir.

Amado menino de risonhas bochechas, hoje celebramos sua vida! Parabéns! Beijos e beijocas!

Ps: te amo, mamãe

Anúncios

Felicidades, amor e poesia

A decoração para o aniversário de 3 anos do filho caçula pedia simplicidade e encantamento. Os minúsculos tomates, cenourinhas, nabos e rabanetes foram irresistíveis para o tema de horta, além de saborosos. Para acompanhar, Gaspar e Lisa, personagens de um livrinho apreciado pelo pequeno, recortados no feltro e articulados con arame. Singelo e charmoso.

E para a alma que inspirou as delicadezas, um recado:

Te amo, filho querido,

Por todas as risadas e aprendizados.

Por todos os sabores, afagos e afetos, por tantas vezes em que eu não soube a resposta e só pude confiar, por outras tantas em que foi possível intuir.

Amado menino de risonhas bochechas, hoje celebramos sua vida! Parabéns! Beijos e beijocas!

Ps: te amo, mamãe

De caixinhas e recortes

Tempo junto,

olho no olho.

Carinho, afeto.

Tesoura, embalagem vazia de chá e vontade de brincar. Casualmente as mãos começam a recortar e o menino, encantado, se surpreende com a pequena mágica de transformar potencial em brincadeira. “Uau! Quantos brinquedos dá pra fazer com uma caixinha de chá?!”, exclama surpreso.

Alegre, não resiste e colore carros, colchas, gatos, personagens. Demanda aviões e outras histórias. Mãe e filho, em reverência ao brincar. Momento singular, singelo, de acalentar a alma.

De miaus e maçãs

Espiei de soslaio e lá estava ela,

Carinha rosada e amarela

Esperando para desejar bom dia

Com a língua mais sapeca,

Miados de gato e aroma de maçã.

E assim iniciou-se a manhã.

Panelinhas de barro

Descanso sob a paineira

Um encontro diverso, desvendar de novo universo 

Bênçãos e poesia compartilhada, 

entre empenho e sorrisos.

Árduo caminho,

passo a passo, passarinho.

Mais me conheço, 

bem me faço.

Novas histórias 

de novo laço. 

Aos novos amigos um brinde! 

Corajosos sois,

Brilhantes em seu sol interno.

Pelos inúmeros momentos de inspiração, agradeço. 


Seguimos.