Pular para o conteúdo

Posts com Tag ‘desenho’

desenhando com um toque de mágica (e também giz de cera ralado, papel manteiga e ferro de passar roupa…)

.

Entre duas folhas de papel manteiga, o giz de cera assume o desenho

polvilhando vermelhos e amarelos, verdes e afins.

Com um breve calor do ferro de passar roupas,

não mais que um afago acalorado de encantamento,

faz-se o vitral- sanduiche recheado de cor

para ser colocado na janela

a espera de brisa e a luz.

*a inspiração para a técnica veio do simpático blog Having Fun At Home:

http://www.havingfunathome.com/2011/09/stained-glass-fall-leaves.html

para meu jardim

 

No jardim da minha consciência

um punhado de ritual e cuidado

ritmo próprio, pensado.

O acaso tem seu espaço:

aquele que lhe foi designado.

 

Não é qualquer este jardim que me quer,

e eu quero-lhe cor e ternura,

e que em face da noite mais escura

eu nele encontre o brilho dos vagalumes.

 

Meu jardim flui em suas cores,

texturas, percepções e nuances.

Um bocado de agora,

um pouquinho de antes.

 

Antes de plantar,

antes mesmo de semear,

antes ainda de escolher o local,

de afofar a terra,

de fornecer água pura para a rega,

antes disso tudo

opto por escolher as sementes.

 

O que pretendo plantar?

O que desejo ver florescer?

Quais flores-pensamento receberão o beijo do sol matinal,

quais frutos doces falarão aos ouvidos,

que tons de verde campina deixarão o horizonte

vestido de esperança?

 

Meu jardim da consciência,

não o desejo um jardim como outro qualquer.

Quero-o bem nutrido e amado,

florescendo,

expandindo,

sorrindo pra todo lado.

 

risadinhas, risadelas e a coleção de tiradinhas

Quantas tiradinhas engraçadas ganho diariamente de presente de meu filho de 2 anos (e quase 3 meses), que literalmente “fazem meu dia”… As respostas são tão espontâneas e diretas que possuem uma graça natural.

Ao bater a cabeça em um canto da mesa, Dev Ji se saiu com essa:

- Nossa Senhola! Ôta batida.

(…)

Tocando compenetradamente seu pianinho de brinquedo para o avô,

recebe elogios por sua performance mais suave:

- Nossa, parabéns. Aonde você aprendeu a tocar piano assim?

- Aqui na sala.

(…)

Indagando a respeito de barbas e barbados:

- O vovô tem barba?

- Sim.

- O vovô é homem?

- Sim.

- O papai tem barba?

- Sim.

- O papai é homem?

- Sim. Homem tem barba.

- Eu sou mulher?

(…)

- Morde? Pica? Anda? Voa?

(perguntado a respeito dos insetos)

- Morde? Late? Pula? Dorme? Faz xixí?

(perguntado a respeito dos cachorros) 

 

 

* Dev Ji é apenas um apelido carinhoso, mas que diz muito a respeito dessa alma amada que enternece aqueles que diariamente estão a sua volta…

o humor de um miau

olha assim

como quem não quer nada

recusa mesmo um prato de sopa

mingau não quer

não bebe água

só tem humor

para chocolate quente